Reflexão: Ai Daqueles…

30 10 2007

coluna_dani001.jpg

 

Quando orei pedindo que o Senhor me orientasse sobre o que escrever como minha primeira participação como colunista do Gospel Inside, Ele me deu as primeiras palavras do Salmo 10: “Ai daqueles que fazem leis injustas, que escrevem decretos opressores…”, que contextualizado na minha petição, me pareceu um sonoro “Não fale bobagens!”. Não escreva coisas opressoras, não contribua com seu parco conhecimento para o sectarismo que assola minha Igreja nos dias de hoje.

Demorei praticamente um mês para decidir sobre o que escreveria, inúmeros temas impactantes e polêmicos passaram pela minha cabeça, mas nenhum permaneceu, até que finalmente me dei conta que estava começando errado… então voltei-me à questão central, eu não havia recebido o convite para escrever coisas que eu penso, mas sim para ser instrumento de Deus, colocando meu conhecimento acadêmico a serviço da expansão do Reino, foi quando pedi Sua orientação.

Em meu consultório tenho vivido experiências maravilhosas colocando a psicologia como ferramenta para o trabalhar do Espírito. São inúmeros casos de curas profundas, salvação de famílias inteiras, restauração de casamentos e tantas outras obras que só Deus pode fazer. Tão diferente dos anos em que não conhecia a Jesus e meu consultório era cheio de mulheres sozinhas, raivosas, que viviam de relacionamentos platônicos, pessoas que buscavam se fortalecer para se relacionar contra os outros e não com eles.

A partir do momento que disse para Deus que queria trabalhar para Ele, uma grande mudança começou a acontecer, todas aquelas pessoas foram sendo substituídas por outras. Começaram a chegar pessoas que não O conheciam mas que O queriam e Deus começou a me usar para conduzí-las a Ele.

Não pretendo aqui levantar nenhuma bandeira a favor da psicologia, pois a cura só é possível mesmo através de Deus, mas quero testemunhar que ela – a psicologia -, tem sido uma ferramenta para levar muitos a Cristo, bem como esclarecer muitos que já estão na igreja, mas que por falta de entendimento de suas questões emocionais têm sido roubados da benção.

Infelizmente ouço muitos pastores pregarem contra a psicologia e já li muitas matérias com a mesma opinião, e esse é um dos inúmeros exemplos do sectarismo que citei acima. Quanto mais eu conheço pessoas das mais diferentes denominações, mais me assombro com o preconceito que permeia as diferentes manifestações de Cristo em sua Igreja. Falar em línguas, profetizar, intercessão de guerra, ministérios de ensino que exigem o cumprimento de usos e costumes nos dias atuais, aqueles que crêem que a graça destitui a obediência, e tantas outras vertentes, mais tem servido para separar do que para unir, o que é uma pena pois dessa forma deixamos de viver o corpo de Cristo com todas as suas partes, desde o dedinho até os pulmões!

De minha parte, e encerrando o que tenho a dizer, não venho para escrever decretos opressores, com a presunção de estar certa, mas pretendo contribuir de alguma forma para a união do Corpo.

Deus abençoe vocês.

badge_dani.png

Daniela Flieger Nascimento é esposa de Robson Nascimento e mãe de Ananda. Psicóloga, atende em seu consultório e como Líder do Ministério Mulheres na Mão do Oleiro, ministra seminários de psicologia e libertação emocional. Para maiores informações entre em contato através do telefone de seu consultório (11) 5572-6557.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: